quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Formigamento - Efeito colateral da quimioterapia!


Neuropatia periférica


Vocês já ouviram falar de neuropatia periférica?

Esse nome esquisito é o que chamamos de formigamento no corpo, e é um efeito colateral que podemos ter depois de tratamentos quimioterápicos.

Cerca de 30 a 40 % dos pacientes que passam por tratamento quimioterápico apresentam esse sintoma, eu sou uma delas, e por isso resolvi postar aqui no blog para vocês para que vocês saibam que é completamente normal.

Para algumas pessoas, os sintomas podem ser atenuados ao diminuir a dose de quimioterapia ou suspender temporariamente a mesma reduzindo assim a dor. Mas para outros pacientes, os sintomas permanecem por meses, anos ou mesmo indefinidamente após a quimioterapia.

Os sintomas da NPIQ são geralmente tratados de forma similar a outros tipos de nevralgia, ou seja, uma combinação de fisioterapia, terapias complementares, como massagem e acupuntura, e medicamentos que podem incluir esteróides, antidepressivos, antiepiléticos e opióides para controlar a dor severa.

Eu trato a minha com acupuntura, e ainda tenho muito mesmo depois de 2 anos após o termino do tratamento, mas a minha não é algo insuportável, tenho só as vezes , mas se você sente muita dor você precisa avisar seu médico e tratar.


O que causa a dor?

O que realmente causa a neuropatia a nível celular e tecidual é ainda em grande parte uma questão de especulação. Há evidências de que os nervos podem ficar sensibilizados devido a alterações na concentração de sal no líquido que os rodeia, ou porque os canais que utilizam esses sais para ativar os impulsos nervosos perder sua funcionalidade. Estas e outras alterações podem danificar a estrutura dos nervos.

Devido a que a etiologia subjacente pode variar de agente para agente quimioterápico e de um paciente para outro, é necessário realizar mais pesquisas para tentar definir as causas da NPIQ e identificar formas de prevenir ou aliviar o sintoma. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário