domingo, 28 de junho de 2015

Festa junina!!! - Arraial na casa da mãe Joana!



Gente,

No final de semana passado, eu fui em uma festa na casa da minha melhor amiga do século, a Luiza.
Eu amo festa junina e ela organizou um arraial muito legal! Cada um levou a sua bebida e uma comida pra ajudar e pra assim ampliar as opções.
Ficou tudo uma delícia!! Um dos doces que fez muito sucesso foi o cupcake da minha amiga Larissa, uma delícia! Nesse link você encontra a receita.



A Lu comprou os enfeites de decoração da festa tudo na 25 de março! Foram muitas lojas, mas tudo na Rua Barão de Duprat. Nessa rua só tem coisas de festa, é muito legal e vale a pena visitar!
Algumas coisinhas nós mesmas fizemos, por exemplo a barraca do beijo e as plaquinhas para tirar foto. A barraca do beijo fizemos com papelão e decoramos com papel colorido. As plaquinhas de tirar foto, fizemos um molde de balão de fala de quadrinhos e escrevemos com aquelas réguas de letras (normófrafos).

   
      

Tinha até pesca! Hahaha, ela comprou os peixinhos de plástico e colocou na piscina, e lógico que não podia faltar o correio elegante né gente!! E advinhem quem era o cupido?! A boxer da Lu, a Jasmin linda! 





Ficou tudo muito lindo, vejam um pouquinho das fotos!! Eu ameeei!





O Lucas, meu namorado, foi a caráter e fez o maior sucesso! Hahaha!





Huuum, tinham várias barraquinhas e comidas típicas!







Façam também o seu arraial com os seus amigos!
É super gostoso e vale a pena!

Beeeeijos!




quinta-feira, 25 de junho de 2015

A experiência de raspar o cabelo!

Raspar o cabelo... Bom, para muitas pessoas esse assunto não é fácil, mas pra mim também não foi!
Por conta do primeiro tratamento que durou 8 meses não ter correspondido 100%, eu tive que fazer um Transplante de Medula Óssea.

Meu cabelo já tinha crescido bastante, eu já estava até pensando em algum cortezinho, eai pronto.. a notícia que iria cair tudo mais uma vez. Na primeira vez de todas, eu cortei o meu cabelo que batia na metade das minhas costas em chanel (curtinho no ombro) para ir me acostumando com ele curto, porque aí eu não teria um choque muito grande quando me visse careca.





Minha família, minha vida!


Assim que eu fui diagnosticada ainda no hospital, o meu pai a minha mãe e a minha irmã disseram que todos em casa raspariam e que eu não ia ser a única com o cabelo raspadinho. Mas o meu médico não concordou com a ideia e disse que eu tinha que ter a referência em casa, a normalidade, pois jajá tudo aquilo acabaria. Eu não queria que ninguém raspasse e no fim todos concordaram. Mas para a minha surpresa, a minha mãe em um belo dia apareceu careca em casa, sim isso mesmo! Careca! Ela foi sozinha e fez tudo isso para me encorajar e para eu perceber que ficar careca não era tão ruim assim.


Olhem que demais o video da minha mae raspando o cabelo! Ela e tudo pra mim!




Depois dela raspar o cabelo dela, o meu cabelo começou a ficar muito ralinho e com cara realmente de doente, e como eu não queria passar essa aparência para ninguém, eu decidi que já estava na hora de raspar. O meu namorado sempre disse que quando chegasse esse momento, ele queria estar comigo e não só isso, ele próprio queria raspar e então nesse dia fomos pro banheiro, pegamos uma bacia e a máquina dele e finalmente me livrei daqueles restos de cabelo morto!
E querem saber como eu me senti? Libertada! Sim, eu estava me livrando de tudo o que era velho, o que não me pertencia mais, me renovando. Não teve drama e nem tristeza, só liberdade!
Gravei direitinho o dia que eu raspei, acreditem se quiser: foi no dia em que o Brasil perdeu para Alemanha de goleada na copa do mundo! Eu não vou esquecer jamais. Hahaha!


Na segunda vez no transplante, eu raspei logo depois da infusão da medula. Os cabelos já começaram a cair e me irritar pois coçava o meu pescoço, e dessa vez quem raspou foram as enfermeiras do hospital!

Em nenhuma das vezes eu cheguei a usar peruca e nem lenço! Meus pais chegaram a comprar uma pra mim, do jeitinho que era o meu cabelo antes de eu raspar (com californiana e tudo, hahaha), mas sinceramente eu nunca senti necessidade de usar em nenhuma ocasião, além do que coçava bastante por conta de estarmos no verão naquela época.


Eu assumi a careca mesmo e não estava preocupada com o que iam pensar ou que iam me olhar. Quem olha dessa forma com preconceito ou com dó, nao sabe e nem tem ideia o quanto somos guerreiras e lindas por dentro e por fora, pois só pessoas muito fortes e especiais passam por essa grande batalha, então temos que ter orgulho de nós, levantar a cabeca e seguir em frente!




Eu sei que esse momento de raspar a cabeça não é fácil principalmente para nós mulheres, mas não se apegue a ele quando o foco é vencer a doença e se curar! Pense que nesse momento, há coisas mais importantes para se preocupar e que jajá ele crescerá ainda mais forte e você ficará mais bonita do que nunca, acredite!!!!!!


Se tiverem alguma duvida, podem me perguntar ta bom?
Espero que tenham gostado! Beeeijos!




terça-feira, 23 de junho de 2015

Cuidado com os pets durante o tratamento!

Oiii Gente!

Muita gente tem me perguntado como foi o meu convívio com as minhas cachorras durante todo o meu tratamento, e então pediram pra eu postar os cuidados que eu tive!

O meu médico nunca me restringiu em relação a isso, graças a Deus! Ficar perto delas era tudo pra mim. A única coisa que eu não podia era ter contato com xixi e cocô delas, pois como a minha imunidade estava baixa e oscilava a cada dia, o médico só fez essa restrição.

Meus amores!


A Jeannie e a Teka, os amores da minha vida!


Olha a o antes e depois da minha Jeannie! Que coisa mais lindaaaa!



O que é recomendado e geralmente não pode também, é deixar elas lamberem o seu rosto e brincar de morder você, porque mais uma vez como a imunidade fica muito baixa, não podemos nos machucar pois as plaquetas ficam muito baixas.

Os pets devem sempre estar limpinhos! Eu dou banho toda semana nelas e também passo vermífugo e remédio para pulga todo mês, e claro com todas as vacinas em dia, isso é bem importante!


Muito amor!

Minha princesinha! Hahaha


Uma coisa que temos que tomar cuidado é com os pets bebês, pois eles na maioria das vezes nao vem vermifugados do canil e com as vacinas em dia.

Fora esses cuidados, elas sempre me fizeram muuuuitooo bem, me ajudavam muito, me animavam, me distraiam e sempre me faziam companhia. Elas já até sabiam se eu ia passar mal ou quando eu não estava me sentindo muito bem, me faziam companhia até no banheiro quando eu vomitava, e não saíam do meu pé até eu melhorar.


Hahaha, olhem essa montagem que eu fiz dela que demais!


As duas dormindo juntas! Se amaaam!

Olha aí mais uma delas dormindo juntas! Não é a coisa mais linda?


Elas me incentivam também a passear! Isso é muito bom! Sempre saio para andar com elas e de final de semana é dia de parque para elas e para mim, uma delícia!!

Sempre consulte seu médico, pois cada tipo de tratamento tem que ter um cuidado, ok?



Hoje como já estou ótima de imunidade, a minha Golden (Jeannie) dorme na minha cama comigo, mas logo depois do transplante ela dormia na caminha dela bem pertinho de mim, pois como a minha imunidade estava baixa e como todo cachorro tem muitos germes, eu evitava pela minha saúde e recuperação, mesmo querendo mais do que tudo ela coladinha em mim! Hahaha

Nunca doe o seu animalzinho por conta disso e nem pense nessa hipótese! Adapte por um tempo as coisas mas não deixe de ter eles por perto, te garanto que eles irão te ajudar muito!


Espero que gostem pessoal!
Eu amo elas de todo o meu coração e super indico pra todos terem um pra vida, mas principalmente durante todo o tratamento. É a melhor coisa do mundo!

Beijosss!


sábado, 20 de junho de 2015

Making off - O dia do SINO!!!

A C A B O U !!!!!!!


Gente, hoje eu recebi do fotógrafo as fotos de quarta-feira, o dia que toquei o sino!
 O Bill é o fotógrafo lá do Hospital Santa Paula e registrou tuuudoooo sobre o grande dia, um fofo que gosto muito e que tira uma foto mais incrível que a outra! Muito obrigada Bill, amei as fotos!

Deem uma olhada nas fotos, tenho certeza que vocês vão amar saber um pouquinho como foi esse dia maravilhoso pra mim! Vou postar umas fotos pra vocês, o Bill tem um olhar incrível e eu amo as fotos dele!



Esse é o Sr. Giuseppe fofo!

Preparando...





Salma é a diretora do IOSP, uma linda!











Alguns da equipe do Hospital Santa Paula, que sempre estiveram ao meu lado!




Dr. Guilherme chegoooou!



Mais abraços e agradecimentos...




Olha que equipe mais linda! Ainda faltaram alguns, mas sou eternamente grata a todos vocês!


O SINO!!!


Lindas!!!

O grande momento..




Que sensação maravilhosa!


Fico revivendo esse momento!






Que delícia de abraço!

ÔoÔô

ALEGRIAAAA!


Olha quanta gente que demais!



Os técnicos da radioterapia. Uns lindos!


A melhor família do mundo!





















Obrigada Hospital Santa Paula, por ter me acolhido e por sempre ter me ajudado nesse momento de minha vida. Obrigada principalmente ao meu médico maravilhoso Dr. Guilherme Fonseca, por ter escolhido não o caminho mais fácil, e sim o mais seguro e com a certeza da vitória, me presenteando com a CURA 100% e para sempre!


Beeeeijos!!!